Pular para o conteúdo principal

Postagens

MELHOR E ETERNO AMIGO

O primeiro cachorro a gente nunca esquece, ainda que o quadrúpede já tenha virado adubo há muito tempo. Tudo bem que existe uma natural transferência da estimação que se tinha ao bichinho para o outro que invariavelmente chega a fim de ocupar seu lugar. Mas o primeiro tende a ser mais especial que os demais, não há como negar isso.

O que pouca gente se dá conta é possibilidade de mantê-lo indefinidamente, mesmo que não seja a rigor o mesmo bicho.

A primeira alternativa é o processo natural, ou seja, a cruza do cãozinho que se deseja perpétuo com alguma fêmea da mesma raça ou muito parecida com o macho. As chances de reprodução e de geração de inúmeras ninhadas dependerá somente das oportunidades de acasalamento. Tendo em vista que cada ninhada produz em geral de quatro a sete filhotinhos, numericamente os descendentes se acumularão em progressão geométrica. Talvez ninguém nunca tenha pensado nisso, mas é perfeitamente possível que dezenas de gerações de uma família tenham como cães de g…
Postagens recentes

PENÚLTIMA MORADA

- Maluca essa história da morte do coveiro, heim?
- Nossa, nem fala. Sem querer o cara cavou a própria cova. Só de pensar eu fico arrepiado. O buraco já tinha mais de dois metros e meio quando ele teve o piripaque. Parece que foi infarto. Caiu lá embaixo, fraturou o crânio e por ali talvez acabasse ficando, se não sucedesse o imbroglio que veio depois.
- Eu fiquei sabendo meio por alto, não sei de detalhes, não.
- E olha que ele tinha onde cair morto, meu camarada. Aliás, melhor lugar impossível para se cair morto. Uma sepultura perpétua numa quadra nobre do Cemitério da Consolação. Bem no filé mignon, onde só tem celebridade e aquelas dinastias quatrocentonas lá da capital.
- Herança de família?
- Sei lá... eu pensei nisso mas descartei a possibilidade. Se fosse, o cara seria herdeiro de outras coisas, não só o terreno no cemitério famoso. E sendo rico não seria coveiro, muito menos aqui nesse fim de mundo. 
- Lá isso é.
- Quando a fatalidade aconteceu, o defunto da vez estava na boca da co…

O ÚLTIMO A SAIR APAGUE A LUZ

Tudo bem, só que o interruptor não funciona e é preciso entrar com um protocolo na concessionária de energia para solicitar uma averiguação, ainda a ser agendada, a fim de determinar a real causa do problema. 

Há apenas três (e não quatro) parafusos fixando o espelho do interruptor na parede - um forte indício para que se cogite crime de apropriação indébita. Suspeitas recaem ainda sobre um certo ex-presidente, que teria se apoderado do referido parafuso semanas antes de deixar o Palácio, escondendo-o em um sítio no interior de São Paulo.

A esquerda argumenta que apagar a luz é ato arbitrário, de natureza unilateral, não condizente com a moderna democracia que o país vem se esforçando por consolidar nos últimos anos. 

A direita rebate de forma veemente a insinuação, afirmando que o problema de mau contato apresentado pelo aparelho se deve à polarização provocada pelas alas mais radicais dos socialistas, fazendo com que o polo positivo e o negativo entrem em curto, causando um apagão ao m…

MENOS COR, POR FAVOR

Luz ultravioleta revela como eram de verdade as estátuas e construções da Antiguidade Clássica - originalmente pintadas com cores berrantes.

- Olha, seu Augusto, vou falar uma coisa pro senhor... eu posso até estar jogando contra o patrimônio, mas acho que não vai ficar nada bom colocar cor na sua estátua. Eu bem que podia ficar quieto, fazer meu serviço de pintor, pegar meu dinheirinho e ir embora pra casa. Mas, sendo o senhor Imperador de Roma, me sinto na obrigação de alertar, compreende? É quase um dever cívico.

- Ninguém pediu sua opinião. Limite-se a cumprir minhas ordens!

- E digo mais, com todo respeito que lhe devo: o senhor vai ficar parecendo aquelas imagens que tem pra vender em Casa do Norte ou loja de macumba, sabe como é? Escuta o que estou lhe falando, seu Augusto... o resultado vai ficar sinistro!

- Mas deixar assim, só no mármore? Nem pensar. Fico muito pálido, sem expressão. Tenha em mente, meu súdito, que minha intenção é ganhar a simpatia e admiração do povo romano. S…

QUEBRA DE SIGILO FRIGORÍFICO

Fruto de esforços conjuntos de três organismos federais, o governo de Pitombas deu início à chamada "Operação Linha Branca".

A diferença desta para outras operações anteriores é que passa a ser considerado, como sinal evidenciador de riqueza - e eventualmente como possível indício de sonegação - o interior das geladeiras domésticas. A depender do que for encontrado dentro do refrigerador, pode-se deduzir se a renda do dono do eletrodoméstico é ou não compatível com aquela declarada ao fisco.

A fiscalização se dará por duas formas. Uma por agentes com mandado judicial para efetuar busca; nesse caso, o contribuinte em questão precisa estar indiciado em algum inquérito. A outra forma será por meio de flagrante fotográfico: pequenas câmeras serão instaladas nas geladeiras e captarão, em dias e horários desconhecidos ao contribuinte, o interior dos equipamentos e os alimentos e bebidas neles conservados.  

A instalação das câmeras será compulsória e se estenderá em etapas regionais,…

SEM BACKUP

I


É consenso no mundo da segurança da informação o fato de que as empresas produtoras de antivírus contratam hackers para criar vírus e posteriormente suas vacinas, perpetuando o ciclo de ameaça e proteção. 

O vírus é criado, espalhado, a imprensa se encarrega de fazer o alarde mundial e, enquanto isso, a vacina já está pronta para integrar o pacote da versão 22.4 do mega-ultra-master-magic-killer-fast-ultimate-power-virus-exterminator. O mais seguro de todos os tempos, até que chegue a hora de se criar um outro vírus ainda mais detonador e em seguida seu antídoto invencível, num ciclo criminoso que torna refém toda a humanidade. 

Mas, dessa vez, a coisa não aconteceu como deveria.






II


- Pois é, o que a gente mais temia se confirmou. Óbito, há 20 minutos. 
- Parece humor negro ou ironia do destino, mas ele contraiu um vírus raro. Ainda teve a sorte de durar três meses, o médico garantia que não passava de dois. Doença degenerativa fulminante, sem remédio nem vacina. 
- É, letalidade máxima. A…

MIQUE JEGUE E FREDE MÉRCO: Ô DESAVENÇA SEM FIM!

FREDE MÉRCO DISSE ASSIM:


Escuta aqui, Mique Jegue
Teu pé gelado eu dispenso
Toma rumo e vade retro
Pro diabo que o carregue


Até porque o diabo
Caiu na tua simpatia
Tua mãe, teu pai, tua tia
Têm parte com o cão danado


Tu e a turmina do Róliston
É tudo uns véio safado
Querem que a gente acredite
Que ocêis não são safenado


Deixa de ser marcriado
com essa língua de fora
Toma tento, retardado
Porque senão vou-me embora


Teu sucesso “Satisfétio”
Carece de inspiração
Quando saiu, não entrou não
Nas parada do Zé Bétio







E RESPONDEU MIQUE JEGUE:


O teu conjunto, o Cuim
Desafinado e chinfrim
Não levanta multidão
Nem em festa de peão


Meu parceiro, o Queiterrixa
Cheira, bebe, fuma e mama
Mas pelo menos não leva
Cinquenta hómi pra cama


Frede Mérco, sua anta
Faz que nem o Pomacarte
Que mesmo aos setenta e seis
Compõe, grava, viaja e canta


Os Bito são meus “rival”
Não nego que dão trabalho
Mas de ocê não tenho medo
É carta fora do baralho


Mandou espalhar que morreu 
Tomou Doril e sumiu
Mas essa morte, agaranto
Não passa de feiquenil





© Direitos …