Pular para o conteúdo principal

FIQUE ANTENADO NA PROMOÇÃO!!!


Ok, você achou barbada demais e decidiu que estava na hora de trocar seu celular. De celular só, não. De plano e de operadora também. Serviço completo. Pois saiba que eu também fiz o mesmo. E aí, meu amigo, entramos os dois num mato sem cachorro. Ou num mato cheio de pit-bulls querendo dilacerar nossa carteira e comprometer impiedosamente nosso orçamento doméstico pelos próximos meses.

A princípio, parece um negócio da China. Aparelhos de última geração grátis, milhares de minutos pra falar sem pagar. Depois você lê o regulamento em letra de bula e vê que não é bem assim.
Fiz um levantamento por escrito das principais ofertas das operadoras Vívido, Olá e Tóim, que reproduzo abaixo.

FALE NA FAIXA
Se você falar na faixa entre Bororó da Serra e Quixadá, não paga nada.
PROMOÇÃO AMIGO TCHECO
Você escolhe um amigo da República Tcheca e fala com ele até 2015, a dois centavos a hora. Se houver falha no entendimento, é possível contratar o serviço de um tradutor via operadora, o que transformará a ligação numa teleconferência sujeita a tarifa extra. Mas se o tcheco é mesmo seu amigo, de duas uma: ou ele entende o português, ou você domina a língua dele, concorda?
TORPEDOS PARA OSAMA
Um verdadeiro manifesto em nome da paz. A operadora cria um número supostamente do Osama Bin Laden, onde o usuário deixa o seu recado para o vil terrorista. O torpedo mais original ganha um turbante autografado.
VIZINHO CAMARADA
Sabe aquele vizinho que você não fala faz o maior tempão? Agora não tem mais desculpa pra não colocar o papo em dia, e de um jeito muito econômico: você troca a maior idéia com ele, a qualquer hora, ao custo de uma simples ligação de DDD.
BAIXA TUDO NO PAI-DE-SANTO
Pai de Santo é aquele pré-pago que só recebe. O sujeito compra, bota o mínimo de crédito e só põe as mãos nele pra atender as ligações. Você pode baixar papéis de parede, descansos de tela e outras inutilidades sem descontar um tostão dos créditos.
CELULAR CLONADO
Essa já é bem manjada. Você compra um aparelho celular e ganha outro igualzinho.
PLANO HABILITAÇÃO FÁCIL
Ideal para quem tem ou vai fazer 18 anos. Na compra do celular, a operadora banca todas as despesas da auto-escola, incluindo as aulas práticas e o psicotécnico.
RINGTONES DE GRAÇA
Piadas do Ary Toledo e do Tom Cavalcante para colocar como toque do celular. A anedota sai por R$4,90, o que não tem graça nenhuma.
PLANO FIDELIDADE
Funciona assim: a mulher pode ligar exclusivamente para o marido e o marido pode ligar só para a esposa. Qualquer tentativa de discagem para outro número será bloqueada.
PLANO INFIDELIDADE
Funciona ao contrário. As ligações extra-cônjuge não serão armazenadas no menu Ligações Recebidas. As que não forem feitas para o cônjuge não serão detectadas pelo menu Ligações Efetuadas. A parte enganada pode fuçar à vontade que não vai achar pista da pulada de cerca.
CAMPANHA VAI DAR O QUE FALAR
A mecânica dessa promoção se diferencia de todas as outras. Veja que bem bolado: independentemente do horário da ligação e da localidade, quanto mais você liga, mais você paga. Não é sensacional?
QUEM É VÍVIDO MUDA PRA TÓIM
Vantagens exclusivas para migração de uma operadora para outra.
ROUCO POR VOCÊ
50.000 minutos de bônus pra falar com sua namorada.
SEU CELULAR DÁ UM TOC
O aparelho pergunta obsessiva e compulsivamente, através do viva-voz, se você fechou direito a porta ou se sua mão está mesmo bem lavada.

Comentários

  1. Adriano11:51 AM

    Muito bom Marcelo!!! Mas me diga lá, vc. estava estudando tanto pra se
    decidir por um aparelho/operadora. Afianl, comprou essa merda ou não.
    Se
    comprou passe o número aos amigos se não, de nada adiantará. Ele nunca
    tocará. Eu sei que a musiquinha será no mínimo Submarino Amarelo não é?
    Fique tranquilo, não ligarei a cobrar!

    ResponderExcluir
  2. João7:42 AM

    Gostei da crônica "Fique antenado na promoção"
    Feliz fim de semana para todos.Beijos de seu pai.

    ResponderExcluir
  3. Maria Amélia5:56 AM

    Muito bom , Marcelo....

    Adorei!!

    ResponderExcluir
  4. núbia10:48 AM

    "toc"...hahahaha. mto bom.

    ResponderExcluir
  5. lauro3:13 PM

    Marcelão, só um publicitário com o seu talento pra despejar estas pérolas da contra-propaganda. E para os crepusculares, o PLANO MINUTOS MACAÚBICOS: Você fala, fala, e o pontos acumulados servem pra trocar por sorvete de macaúba.

    ResponderExcluir
  6. flávio1:51 PM

    parabéns garoto, pelo texto das operadoras
    já viu que consegui ler só agora
    muito bom, o celular até vibrou com esse texto!

    abraço, Flávio

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A CAPITAL MUNDIAL DO BILBOQUÊ

Para os menores de 30, é natural não conhecê-lo. Então comecemos por uma sucinta porém honesta definição.

Bilboquê: originário da França, há cerca de 400 anos, foi o brinquedo favorito do rei Henrique III. Consiste em duas peças: uma bola com um furo e um pequeno bastão, presos um ao outro por um cordão. O jogador deve lançar a bola para o alto e tentar encaixá-la na parte mais fina do bastão. (fonte:www.desenvolvimentoeducacional.com.br).

Mais do que um brinquedo, Bilboquê é o nome de uma cidade, localizada a noroeste da pacata estância de Nhambu Mor. Chamada originalmente de Anthero Lontras, foi rebatizada devido ao número desproporcional de habitantes que fizeram do bilboquê a razão de suas vidas, dedicando-se ao artefato em tempo integral (incluindo-se aí os intervalos para as necessidades fisiológicas).

A tradição se mantém até hoje, ganhando novos e habilidosos adeptos. Nem bem raia o dia na cidade e já se ouvem os toc-tocs dos pinos tentando encaixar nas bolas. Uma distinção se…

SANTA LETÍCIA

Letícia, em seu compartimento estanque, se bastava. Vivia debaixo de uma campânula guardada por um querubim estrábico, numa imunidade vitalícia às dores do parto, à lavagem da louça, às filas nas repartições e à rabugice dos maridos sovinas e dominadores. “Façam o que quiserem, contanto que poupem a Letícia” era o veredito invariável sob qualquer pretexto e em qualquer ocasião, naqueles sítios de lagartos e desgraças.
Nada que se comparasse àquela que chamavam de Letícia, e que raras vezes se afastava de seus cães e de sua coleção de abajures. Era o tesão das rodas regadas a cerveja. Era a inveja e o assunto nos salões de beleza. Era o exemplo de virtude no sermão do padre, que botava as duas mãos no fogo do inferno e uma terceira se tivesse pela sua inteireza de caráter.
Assim a vida corria daquele jeito de costume, com a cidade a lhe estender tapetes, a lhe levar no colo e a lhe cobrir de afagos, soprando-lhe o dodói antes que se machucasse. Passou a ser o tema das redações escolares …

ESTRANHA MÁQUINA DE DEVANEIOS

Habituais ou esporádicos, todos somos lavadores de louça. Lúdico passatempo, esse. Sim, porque ninguém vai para a pia e fica pensando: agora estou lavando um garfo, agora estou enxaguando um copo, agora estou esfregando uma panela. Não. Enquanto a água escorre e o bom-bril come solto, o pensamento passeia por dobrinhas insuspeitas do cérebro. Numa aula de história, em 1979. O professor Fausto e a dinastia dos Habsburgos, a Europa da Idade Média e seus feudos como se fosse uma colcha de retalhos. O Ypê no rótulo do detergente leva ao jatobazeiro e seu fruto amarelo de cheiro forte, pegando na boca. Cisterna sem serventia. Antiga estância de assoalhos soltos. Rende mais, novo perfume, fórmula concentrada com ação profunda. A cidade era o fim da linha, literalmente. O trem chegava perto, não lá. Trilhos luzindo ao meio-dia. Inertes e inoperantes. As duas tábuas de cruzamento/linha férrea dando de comer aos cupins. Crosta de queijo na frigideira, ninguém merece. Custava deixar de molho? A…