Pular para o conteúdo principal

HISTÓRICO DE NAVEGAÇÃO DE UM EX-PRESIDENTE

Após 8 anos de extenuante lida como mandatário supremo da nação, um certo ex-presidente agora encontra tempo para navegar na web. Por obra e generosidade de um hacker amigo, tivemos acesso ao histórico de sites recentemente visitados pelo citado estadista, que segue abaixo em primeira mão.


www.facebook.com/editprofile/empregador
www.facebook.com/editprofile/atividades_e_interesses
www.cibercook.com.br/bebidas/prepare_voce_mesmo
www.cybercook.com.br/bebidas/batida_de_limao
www.cybercook.com.br/bebidas/batida_de_coco
www.cybercook.com.br/bebidas/coqueteis
www.cybercook.com.br/bebidas/cubalibre
www.portaldaterceiraidade.com/festa_junina
www.yahoo.com.br/mail/enviadas/assunto - “Instruções do dia para Dilma, siga paço a paço, qq dúvida liga”
www.translate.google.com.br/how
www.translate.google.com.br/are
www.translate.google.com.br/you
www.translate.google.com.br/I
www.translate.google.com.br/am
www.translate.google.com.br/fine
www.translate.google.com.br/thanks
www.yahoo.com.br/mail/enviadas/assunto - “Dilma, pq você não ficou com a boca fexada?”
www.google.com.br/search/como faco_pra_comecar_dar_palestra
www.google.com.br/search/palestras_prontas_para_empresas/templates
www.yahoo.com.br/groups/mail/enviadas/assunto - “Pessoal, vamos tirar o Dirceu e o Genoíno da geladeira”
www.google.com.br/search/coberturas_triplec_em_sao_bernardo_do_campo
www.swiss-bank-accounts.com
www.aurelio.ig.com.br/consulta/nespotismo
www.aurelio.ig.com.br/bravata
www.superdownloads.com/jogos/pegavaretavirtual
www.superdownloads/faq/como_faco_pra_baixar_o_aurelho_pro_meu_computador
www.disfuncaoeretil.com.br/duvidas
www.youtube.com/favoritos/obama/esse_e_o_cara
www.gamecorp.com.br/acesso_restrito/login
www.gol.com.br/classe_economica/brasilia/precos
www.yahoo.com.br/mail/enviadas/assunto - “Companheira Dilma, é importante chorar com vítima das tragédia e criancinhas de colos”
www.louisvuitton.com/virtualstore/par_de_luvas_com_noves_dedos
www.portalturmadamonica/assinaturas/revista_do_cebolinha
www.google.com.br/search/images/curintia


© Direitos Reservados

Comentários

  1. Claudia Albers Avoglio2:09 AM

    Marcelo

    Delicioso seu humor.
    Mas cá entre nós, não creio que ele tenha essa habilidade em informática.
    Abraços.

    Claudia

    ResponderExcluir
  2. MARCELO!

    Quanta imaginação! Mas pode ser verdade. Tempo sobrando, computador ainda novinho e de última geração. Ele sabe usar? Morri de rir com as consultas ao Google: how, I, Thanks…..Jogar pega-varetas virtual, (haja imaginação).

    Os e-mails, acredito em todos, principalmente: Dilma, porque você não ficou com a boca fexada.

    Olha, é difícil escrever errado.

    O par de luva com noves dedo, fechou com chave de ouro.

    Marcelo, você é um gênio.

    Acho que ele vai escolher você para ser “o cara”.

    Você está no youtube?

    Beijos, amigo!

    Mirze

    ResponderExcluir
  3. Olá Marcelo... rir, ainda que sarcasticamente, um grande alento!!Depois que li essa semana na Folha:"O líder do PR, deputado Lincoln Portela (MG), confirmou nesta sexta-feira (25) a indicação de Tiririca (SP) para a Comissão de Educação e Cultura da Câmara, que será instalada na próxima semana"... nada mais me espanta!!Abraço, Célia.

    ana na Folha:

    ResponderExcluir
  4. Mark Cardoso10:48 AM

    Marcelo,
    Isso ficou bom demais! De uma originalidade ímpar :D

    Abs e bom sabado,
    Mark Cardoso
    markmark7@gmail.com
    eu@marcuscardoso.com
    blogdoeditor.com
    marcuscardoso.com
    updateordie.com

    ResponderExcluir
  5. Maravilha, como sempre. Adorei as luvas de nove dedos, e "como baixar o a urelho", hahahah

    ResponderExcluir
  6. Marco Antonio Rossi1:19 PM

    MEU GRANDE AMIGO

    MUITO BOM, APENAS FALTARAM OS EMAILS DE CHURRASCO,PREPARO DE CARNES E COMIDINHA DE BUTECO........
    UM GRANDE ABRAÇO
    ROSSI

    ResponderExcluir
  7. Sandra Nogueira1:21 PM

    rsrsrsrs Marcelo, comecei o dia me divertindo com suas sacadas. Os sites visitados pelo cara foram escolhidos a dedo, ou melhor, criados a dedo. Obrigada por enriquecer meu vocabulário a cada semana

    ResponderExcluir
  8. Rafael Paiva1:22 PM

    Marcelão,
    Primoroso como sempre. O pior é que 90% disso já deve te acontecido mesmo…
    Abração,
    Rafrajola

    ResponderExcluir
  9. Gina Soares1:22 PM

    hahaha…. disse tudo!!

    ResponderExcluir
  10. Ai, ai, ai!

    The book is on the table, but where's the president da cachaçaria?

    Como é que escreve isso em ingreis?

    Peraí, vou lá Go- o- gle.
    E assim que pronuncia: gô-ó-glê, viu, seu moço intiligenti, vê se aprendi, siô!

    """The cachaçaria""

    Engraçado! Por que será que não traduz do português para o inglês a palavra cachaçaria?

    Mas é assim que pronuncia: cal-chal-ceu-riôu.

    Viu, moço inteligente. Tem que dar uma mãozinha, pobre do homem. Só criticam, mas ninguém ajuda.

    Vai voltar, viu? daqui 4 aninhos.

    ResponderExcluir
  11. KKKKKKKKKKKKKKKKKK

    O Lula como presidente se foi, mas as piadas ficaram para nos fazer rir.

    Beijinho e ótimo domingo.

    ResponderExcluir
  12. Evelyne Furtado10:05 AM

    Marcelo, você surpreende! O personagem é rico e você aproveitou essa fartura muitíssimo bem. Por que não brincar se você o faz com essa competência? Adorei cada site escolhido. Beijos e ótima semana, meu amigo.

    ResponderExcluir
  13. Jorge Sader Filho10:57 AM

    Que pecado, Marcelo!
    Tudo isso é invenção da direita reacionária.
    Meu site é http://www.irmaosmetralha.com .
    Discunheço os citados.
    Luiz Inácio

    ResponderExcluir
  14. Quero viver sua amiga, Marcelo! Muito bom!! O Lula procurando na net, só dá nisso...é que falta um dedin pra deletar os erros...rs...

    ResponderExcluir
  15. Marcela Romanin Sguassábia3:19 PM

    Paai! Excelente texto! Gostei dos sites do pega varetas virtual, luva para noves dedos e palestras prontas! Rs…!

    Beijos, estou com saudades! =)

    ResponderExcluir
  16. Lisette Feijó4:17 AM

    Que loucura!!!
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  17. Belvedere Bruno8:54 AM

    Com vc, risada é fundamental!
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Originalidade é a marca! hahahaha, adorei , perfeito. Desde o português casto e erudito, até a técnica do google translate. Mostra toda a habilidade de uma pessoa, até na escolha do time de futebol! Parabéns, ficou ótimo! Beijo.

    * Fiquei muito feliz em ver um texto seu (o post anterior) publicado em um jornal de Campinas e junto com você um texto de outro amigo meu, aliás ex menino meu, brilhante aluno e que segue a carreira jornalística. Dei a dica a ele , pra seguir seu talento de perto!

    ResponderExcluir
  19. Marcelo, você é genial mesmo. Já era mestre do conteúdo e agora inovando no formato. Uma sucessão de links formando um texto engraçado, cheio de crítica política e deliciosamente politicamente incorreto. muito bom, mesmo.

    ResponderExcluir
  20. Aplausos e muitas, muitas risadas!
    Fanfático, Marcelo!
    Bjs pra vc...



    kkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkk
    :D

    ResponderExcluir
  21. Então menino, e por falar em ex, por que será que ele não foi ao encontro com o Obama? Muito legal...beijooooooooooooo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A CAPITAL MUNDIAL DO BILBOQUÊ

Para os menores de 30, é natural não conhecê-lo. Então comecemos por uma sucinta porém honesta definição.

Bilboquê: originário da França, há cerca de 400 anos, foi o brinquedo favorito do rei Henrique III. Consiste em duas peças: uma bola com um furo e um pequeno bastão, presos um ao outro por um cordão. O jogador deve lançar a bola para o alto e tentar encaixá-la na parte mais fina do bastão. (fonte:www.desenvolvimentoeducacional.com.br).

Mais do que um brinquedo, Bilboquê é o nome de uma cidade, localizada a noroeste da pacata estância de Nhambu Mor. Chamada originalmente de Anthero Lontras, foi rebatizada devido ao número desproporcional de habitantes que fizeram do bilboquê a razão de suas vidas, dedicando-se ao artefato em tempo integral (incluindo-se aí os intervalos para as necessidades fisiológicas).

A tradição se mantém até hoje, ganhando novos e habilidosos adeptos. Nem bem raia o dia na cidade e já se ouvem os toc-tocs dos pinos tentando encaixar nas bolas. Uma distinção se…

SANTA LETÍCIA

Letícia, em seu compartimento estanque, se bastava. Vivia debaixo de uma campânula guardada por um querubim estrábico, numa imunidade vitalícia às dores do parto, à lavagem da louça, às filas nas repartições e à rabugice dos maridos sovinas e dominadores. “Façam o que quiserem, contanto que poupem a Letícia” era o veredito invariável sob qualquer pretexto e em qualquer ocasião, naqueles sítios de lagartos e desgraças.
Nada que se comparasse àquela que chamavam de Letícia, e que raras vezes se afastava de seus cães e de sua coleção de abajures. Era o tesão das rodas regadas a cerveja. Era a inveja e o assunto nos salões de beleza. Era o exemplo de virtude no sermão do padre, que botava as duas mãos no fogo do inferno e uma terceira se tivesse pela sua inteireza de caráter.
Assim a vida corria daquele jeito de costume, com a cidade a lhe estender tapetes, a lhe levar no colo e a lhe cobrir de afagos, soprando-lhe o dodói antes que se machucasse. Passou a ser o tema das redações escolares …

ESTRANHA MÁQUINA DE DEVANEIOS

Habituais ou esporádicos, todos somos lavadores de louça. Lúdico passatempo, esse. Sim, porque ninguém vai para a pia e fica pensando: agora estou lavando um garfo, agora estou enxaguando um copo, agora estou esfregando uma panela. Não. Enquanto a água escorre e o bom-bril come solto, o pensamento passeia por dobrinhas insuspeitas do cérebro. Numa aula de história, em 1979. O professor Fausto e a dinastia dos Habsburgos, a Europa da Idade Média e seus feudos como se fosse uma colcha de retalhos. O Ypê no rótulo do detergente leva ao jatobazeiro e seu fruto amarelo de cheiro forte, pegando na boca. Cisterna sem serventia. Antiga estância de assoalhos soltos. Rende mais, novo perfume, fórmula concentrada com ação profunda. A cidade era o fim da linha, literalmente. O trem chegava perto, não lá. Trilhos luzindo ao meio-dia. Inertes e inoperantes. As duas tábuas de cruzamento/linha férrea dando de comer aos cupins. Crosta de queijo na frigideira, ninguém merece. Custava deixar de molho? A…