Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

ESCOTILHAS D'ALÉM SEIOS

I

Os dados e projeções do relatório são válidos e consistentes, evidente que são. Preciso clarear um pouco mais o raciocínio para poder tomar uma decisão ponderada quanto às táticas de vendas, mas não consigo desviar os olhos das veias azuis dos seios dela. A verdade é que jamais imaginei que fabricar escotilhas pudesse abrir tantas portas, inclusive a dos encontros carnais e inconsequentes. O negócio vem superando as perspectivas mais otimistas, a ponto de haver desabastecimento em alguns nichos de alta demanda. Nem mesmo o recall que tivemos de fazer, para reparo em um imenso lote do modelo VY-340 com bolhas no vidro, conseguiu arranhar a boa imagem da nossa marca. Tanto que teremos de abortar nesse ano a tradicional campanha "Há quanto tempo você não troca sua escotilha?", pois não estamos dando conta dos pedidos.


II

Para os humanos, úberes são demasiadamente parecidos. Mas o mesmo diria o boi a respeito de suas vacas? Teriam os úberes para o boi o mesmo e intenso mistéri…

ÊNIO

Arrimo de família, o Ênio luta com dificuldade de dar pena. Esfola-se, o pobre, pra conseguir levar pra casa um quilo de acém ou de fraldinha de quando em quando pra misturar com a farofa. Mas nem sempre foi assim. Tempo houve em que o Ênio era notório esbanjador em questões monetárias. Época das vacas gordas, no funcionalismo público. E funcionalismo público, pelo menos naquele em que o Ênio “funcionava”, sabe como é: querendo ou não, o sujeito vai sendo atingido por promoções ao longo do tempo. Basta que não roube, não pegue dinheiro em troca de favores ou não dê vazão aos apelos da carne no ambiente da repartição. Eram os três únicos senões, mas ao terceiro o Ênio não resistiu - foi pego em escancarada bolinação com uma colega de trabalho, na mesa do superior imediato.
É bom que se diga que Ênio é apelido, ganho junto aos companheiros de bar. Antes da sem-vergonhice fatídica, foram 20 anos de ênios e mais ênios no histórico de bons serviços do camarada.
Explica-se: num período de 10…

ME DÁ UM AUTÓGRAFO?

Andy Warhol








O maior colecionador de autógrafos da cidade de Antuérpia vivia, estranhamente para alguém de quem se esperaria hábitos de paparazzo, como um ermitão em sua casa de 4 cômodos - um deles reservado exclusivamente ao seu imenso acervo. Ao todo eram mais de cinco mil. Não autógrafos, mas categorias de. E estas eram cada vez mais específicas. Cantores, por exemplo, eram separados em canhotos e destros, loiros e morenos, acima e abaixo de 1,70 m, com ou sem sinais evidentes de anomalias anatômicas, circuncidados ou não.
Uma das categorias mais bizarras era a de "Obstetras de Celebridades", onde se elencavam o autógrafo do médico responsável pelo parto de Idi Amin Dada, o ditador facínora de Uganda, e o da parteira de James Dean, uma ruiva nascida no Estado de Massachusetts. Dizia ele que, na impossibilidade de conseguir o autógrafo de grandes personalidades, não menos significativo seria obter a assinatura daqueles que trouxeram tais figuras ao mundo, para o bem ou para …

AMANTE MANTIQUEIRA

Do meio da escada rolante, na grande cidade cinza, galopo mentalmente nesse azul esverdeado que é todo teu, Mantiqueira. Vou me encardindo em teu musgo, devasso tua vastidão, perdidamente me encontro em teus cipós e veredas. E já tão verde quanto és, me camuflo do mundo e me soldo contigo, no enlace fecundo entre o animal de mim e o vegetal de ti. Recolho no meu balaio lendas guardadas desde o Gênesis nas copas de tuas árvores. Trazidos por uma aragem passam caboclos e curupiras, camafeus de sinhazinhas, rocas de negras velhas, ais de chibata e de gozo, a grande saga dos séculos que pudeste acompanhar.

Ouves agora o eco? É toda a tua quietude aos berros dentro de mim. Mais um pouco e o sol a pino vai mudando teus matizes e o canto de teus pássaros. Sobrevoo esses mares de morros que começam não sei onde para acabar sabe-se lá. Tuas termas de  vulcões mortos, o enxofre a desprender dos teus ovários. Reconheço minhas veias nos veios de tuas rochas. Me revelas calmamente teus segredos ma…