Pular para o conteúdo principal

PERGUNTE AO DUÑA




TENHO AS DUAS PERNAS GANGRENADAS, A AORTA ENTUPIDA E APENAS UM PULMÃO A PLENOS PULMÕES. E AGORA, DUÑA?

Agora, é bola pra frente. Segundo o Dr. Brown Rutherford, em seu aclamado estudo “Manifestações psicossomáticas no homem persa de meia idade”, o único tratamento possível é a antropotectomia, que consiste em extirpar do paciente o próprio corpo e colocar outro no lugar. Simples.

SAPIENTÍSSIMO MESTRE: O SENHOR É A FAVOR DO DESARMAMENTO?

Depende do porte da arma: pequeno, médio ou grande. As armas de porte pequeno são geralmente inofensivas, o que as torna sem efeito prático, nem mesmo para intimidação psicológica do bandido. Mais envergonham que protegem o proprietário. As de porte médio amedrontam quando muito os ladrões de galinha, geralmente munidos de armas de igual calibre e mais experientes em seu manejo que o cidadão pacato. Já as de grande porte estão todas nas mãos das quadrilhas organizadas, e o fato de possuí-las significa, consequentemente, que você é integrante de uma delas.

CARO DUÑA,
ANDO MUITO DESANIMADO NO TRABALHO. QUANTO MAIS ME ESFORÇO, MENOS SOU RECONHECIDO. TODOS DESPREZAM MINHAS OPINIÕES E MEU ASSISTENTE GANHA TRÊS VEZES MAIS DO QUE EU. GOSTARIA DE UM CONSELHO.

Recomendo a leitura do livro “Ossos do Ofício”, biografia do coveiro piauiense Benevides Denófrio Ramos. Em estilo claro e conciso, o autor discorre sobre o dilema de sua profissão à luz da doutrina positivista, de onde o leitor poderá extrair um verdadeiro bálsamo para a solução de seus problemas.

QUAL A IDADE IDEAL PARA CONTRAIR MATRIMÔNIO?

Um pouco depois da idade ideal para contrair patrimônio. Aliás, “contrair” não sei se é bem o termo. Melhor seria o oposto, “expandir patrimônio”. Casar hoje em dia exige estrutura financeira, meu filho.

EXISTE UMA ÁRVORE GENEALÓGICA DA FAMÍLIA DUÑA?

Não. O que se sabe é que a dinastia Duña é oriunda da Espanha. O ramo da família a imigrar para a América teve como patriarca Hector Duña, meu bisavô. Hector era casado com uma italiana, Filipa Cazzone. Transtornado com o sacolejo do navio que os trazia ao Brasil, meu bisavô morreu de enjoo, cabendo a Filipa a missão de disseminar a filosofia duñesca por essas plagas.

QUAL A ORIGEM DAS EXPRESSÕES “NEM QUE A VACA TUSSA”, “PODE TIRAR O CAVALINHO DA CHUVA”, “QUEM NÃO TEM CÃO CAÇA COM GATO” E “UMA ANDORINHA NÃO FAZ VERÃO”?

Macacos me mordam! É evidente que todas elas são de origem animal.

SOFRO MUITO COM MEU COMPLEXO DE INFERIORIDADE. ELE ME ATRAPALHA NAS TAREFAS MAIS CORRIQUEIRAS, COMO IR À QUITANDA OU DAR UM PASSEIO COM MINHA FILHINHA NO GLOBO DA MORTE. QUE FAZER?

Consultando meus alfarrábios, encontrei uma simpatia que talvez ajude no seu caso. Junte 1 e 1/2 colher (das de chá) de canjica dormida na geladeira, duas moléculas de hidrogênio mais uma de oxigênio (ou água pronta, se tiver aí na sua casa) e 3 penas de calopsita. Aqueça em fogo mais ou menos brando, espere esfriar e tome de um gole só.

VENERÁVEL DUÑA,
PASSO PELO MENOS 16 HORAS POR DIA JOGANDO “CARA OU COROA”. TENHO OBSERVADO QUE EM 21% DAS VEZES O RESULTADO É “CARA” E EM 79% “COROA”, O QUE CONTRARIA COMPLETAMENTE A LEI DAS PROBABILIDADES. A QUE POSSO ATRIBUIR ISSO?

A moeda está viciada. Leve-a a uma clínica de recuperação, onde terá a orientação adequada para restabelecer o equilíbrio e se livrar da dependência. De cara, posso garantir que a tentativa será coroada de êxito.

QUAL O SENTIDO DA VIDA?

Não me aborreça. Nem eu nem meus leitores temos tempo a perder com questões menores.

O SENHOR ESTÁ ME EXPULSANDO DAQUI?

Exatamente.

ASSIM, SEM MAIS NEM MENOS?

É. Agora dê o fora, tem mais gente querendo fazer perguntas.

OLÁ, DUÑA. ME DIGA UMA COISA: COMO EU FAÇO PARA ALCANÇAR A ILUMINAÇÃO?

Mantenha o interruptor de luz à altura de suas mãos.

JÁ TENTEI DE TUDO, MAS NÃO CONSIGO ACABAR COM MINHA INSÔNIA. O SENHOR TEM ALGUMA SUGESTÃO?

Tudo no universo está em contínua transformação. Olhe ao seu redor e perceberá que tudo muda, menos o papel da bala Chita e o repertório do Cauby Peixoto. Aproveite cada segundo não como se fosse o segundo, mas sim o último. Experimente o seguinte: reserve um tempinho em sua rotina para fazer o que realmente gosta: praticar ioiô, descascar rabanetes ou colecionar abotoaduras, por exemplo. Isso feito, pegue uma enxada e capine mato durante três dias seguidos. Você vai ver se o sono vem ou não vem.

SOU ACOMETIDA FREQUENTEMENTE POR EPISÓDIOS DE DÉJÀ VU, AQUELA SENSAÇÃO QUE A GENTE TEM DE QUE AQUILO QUE ESTÁ ACONTECENDO JÁ ACONTECEU. ISSO É UMA IMPRESSÃO SUBJETIVA OU É A PROVA DE QUE EXISTE REENCARNAÇÃO?

Nem uma coisa, nem outra. O problema é a sua cabeça mesmo. Já é a 23ª vez que a senhora me faz essa pergunta.

ESTOU ABRINDO UM RESTAURANTE VEGETARIANO. SERÁ QUE O DUÑA PODERIA DAR UMA SUGESTÃO DE NOME?

Que tal “Contra-Filé”?




© Direitos Reservados

Comentários

  1. Mestre Duna, vai chover ou teremos racionamento d'água e energia? Ah! E a Dilma se reelege?

    ResponderExcluir
  2. Mestre DUÑA... Serei contratada para um marketing do restaurante "Contra-Filé"... pela Friboi? Ops...
    Assim, conseguirei estancar a hemorragia da minha conta bancária!! kkkk...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. KKKKKKKKKKKK
    Duña, esses dois comentaristas aí são muito bons. Trate de dar-lhes a resposta certa. Diga ao Jorge que 'não', ela não se reelegerá. Diga à Célia que 'sim', porque ela merece receber uma bolada para fazer o comercial para a empresa do filho do suporte da Dilma Bolada. Diga pra mim, Duña, o Bin Laden pode aparecer a qualquer momento e fazer o mesmo com as torres de Brasília??

    ResponderExcluir
  5. Também poderia ser COMA FOLHAS, Marcelo. Meu abraço.

    ResponderExcluir
  6. kkkkk você é 10! Muito boa! Ia fazer a pergunta pro Duña do tamanho do pinto! Fica pra próxima! Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Duña, o que aconteceu com a catraca da parafuseta:?
    Duas pernas gangrenadas, pulmões...tá mais para drupras agras, como diria Augusto dos Anjos. O Deus verme, também dele, está com o garfo e a faca já nas mãos.

    ResponderExcluir
  8. Esse Dunha é mesmo sensacional, gostaria de conhecê-lo pessoalmente. Achei "Contra-filé perfeito. Abraços e boa semana, Marcelo.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo4:25 AM

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Que veia cômica kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Existe um circo em Inhoaíba que está precisando e de um contador desses kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!
    Tri kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!

    ResponderExcluir
  10. Paulo Marsiglio Neto12:46 AM

    Honorável Oráculo!!! Muito útil a dica para acabar com a insônia ( vou propagá-la no site). Como posso ter a honra de fazer algum questionamento? Tem algum e-mail?

    ResponderExcluir
  11. Consultas exclusivamente no santuário duñesco, na modalidade presencial.

    ResponderExcluir
  12. Paulo Marsiglio Neto12:47 AM

    Oh!!!

    ResponderExcluir
  13. Ricardo Pirajá12:48 AM

    nossa eu que achava que o dunha era o irmão do penka,,,kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  14. Marco Antonio Rossi12:51 AM

    Meu amigo bom final de semana!!
    Na situação que ficaremos após copa do mundo, o duña será o melhor candidato para presidente.....
    Abraço
    Rossi

    ResponderExcluir
  15. Claudete Amaral Bueno12:52 AM

    ADOREI o nome do restaurante! Muito bem pensado!
    Abraços. Bom FDS
    Claudete

    ResponderExcluir
  16. Mara Narciso8:31 AM

    É só graça, é só inspiração, é só presença de espírito.

    ResponderExcluir
  17. Mestre Duña... Eu gostaria de uma simpatia para crescer. Meus saltos vinte estão me deixando com as panturrilhas bombadas, mas doloridas... O que eu faço? (cuidado com as resposta, heim?) hahahaha
    Adorei a imaginação!

    ResponderExcluir
  18. Contra-filé é sensacional como mantra vegano...

    ResponderExcluir
  19. Aliás, essa filosofia duñesca precisa ser mais difundida... Já pensou em criar o MANUAL DUÑA DE CONDUTAS E REFLEXÕES?

    ResponderExcluir
  20. Rosilene Zila Neves12:03 AM

    Serei freguesa! Gostei muito. Humor de primeira qualidade em texto impecável.

    ResponderExcluir
  21. hahahaha.... muuuuitooo bom!!! Ri muito.
    O Duna parece o S. Saraiva... tá calminho agora?? rss
    bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A CAPITAL MUNDIAL DO BILBOQUÊ

Para os menores de 30, é natural não conhecê-lo. Então comecemos por uma sucinta porém honesta definição.

Bilboquê: originário da França, há cerca de 400 anos, foi o brinquedo favorito do rei Henrique III. Consiste em duas peças: uma bola com um furo e um pequeno bastão, presos um ao outro por um cordão. O jogador deve lançar a bola para o alto e tentar encaixá-la na parte mais fina do bastão. (fonte:www.desenvolvimentoeducacional.com.br).

Mais do que um brinquedo, Bilboquê é o nome de uma cidade, localizada a noroeste da pacata estância de Nhambu Mor. Chamada originalmente de Anthero Lontras, foi rebatizada devido ao número desproporcional de habitantes que fizeram do bilboquê a razão de suas vidas, dedicando-se ao artefato em tempo integral (incluindo-se aí os intervalos para as necessidades fisiológicas).

A tradição se mantém até hoje, ganhando novos e habilidosos adeptos. Nem bem raia o dia na cidade e já se ouvem os toc-tocs dos pinos tentando encaixar nas bolas. Uma distinção se…

SANTA LETÍCIA

Letícia, em seu compartimento estanque, se bastava. Vivia debaixo de uma campânula guardada por um querubim estrábico, numa imunidade vitalícia às dores do parto, à lavagem da louça, às filas nas repartições e à rabugice dos maridos sovinas e dominadores. “Façam o que quiserem, contanto que poupem a Letícia” era o veredito invariável sob qualquer pretexto e em qualquer ocasião, naqueles sítios de lagartos e desgraças.
Nada que se comparasse àquela que chamavam de Letícia, e que raras vezes se afastava de seus cães e de sua coleção de abajures. Era o tesão das rodas regadas a cerveja. Era a inveja e o assunto nos salões de beleza. Era o exemplo de virtude no sermão do padre, que botava as duas mãos no fogo do inferno e uma terceira se tivesse pela sua inteireza de caráter.
Assim a vida corria daquele jeito de costume, com a cidade a lhe estender tapetes, a lhe levar no colo e a lhe cobrir de afagos, soprando-lhe o dodói antes que se machucasse. Passou a ser o tema das redações escolares …

ESTRANHA MÁQUINA DE DEVANEIOS

Habituais ou esporádicos, todos somos lavadores de louça. Lúdico passatempo, esse. Sim, porque ninguém vai para a pia e fica pensando: agora estou lavando um garfo, agora estou enxaguando um copo, agora estou esfregando uma panela. Não. Enquanto a água escorre e o bom-bril come solto, o pensamento passeia por dobrinhas insuspeitas do cérebro. Numa aula de história, em 1979. O professor Fausto e a dinastia dos Habsburgos, a Europa da Idade Média e seus feudos como se fosse uma colcha de retalhos. O Ypê no rótulo do detergente leva ao jatobazeiro e seu fruto amarelo de cheiro forte, pegando na boca. Cisterna sem serventia. Antiga estância de assoalhos soltos. Rende mais, novo perfume, fórmula concentrada com ação profunda. A cidade era o fim da linha, literalmente. O trem chegava perto, não lá. Trilhos luzindo ao meio-dia. Inertes e inoperantes. As duas tábuas de cruzamento/linha férrea dando de comer aos cupins. Crosta de queijo na frigideira, ninguém merece. Custava deixar de molho? A…