Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

MORRA, MATA, MORRA

Pra dar jeito nessa mosquitada, que bota a gente de cama, só mesmo a golpe de machado. “Tem é que deitar abaixo essa floresta dos diabos”, já dizia o sábio Firmino, meu bisavô, com muita propriedade. Aliás, propriedade é o que não faltava para o velho. Quando morreu de maleita, deixou para meu avô, pai de minha mãe, mais de 17 fazendas, duas delas com os seringais mais produtivos da região norte.
Com um pelotãozinho de dúzia e meia de agentes do Ibama para tomar conta desses milhões de hectares, fica fácil depenar a vegetação nativa. A imprensa do sul maravilha diz que, só em 2014, a área desmatada foi equivalente a 24 mil campos de futebol. Do lado bom da faxina ninguém fala: sabe lá quantas espécies de insetos e outras pragas peçonhentas foram felizmente dizimadas com essa assepsia providencial?
Gente come carne. Gente que não come carne, come soja. Pois eu vendo a carne pros carnívoros e a soja pros naturebas. Mas o grosso mesmo da soja vai para o bucho dos bois. A conta é essa – met…

LIVRAI-NOS DO CAOS, AMÉM

Eu sou criacionista. Católico, apostólico, romano e criacionista convicto - daqueles dogmáticos, que acreditam que o mundo foi criado em uma semana mesmo, por mais que os últimos Papas admitam, eles próprios, que essa história é linguagem figurada. E olha que não é brincadeira continuar criacionista roxo quando entende-se por mundo o Universo todo, o que significa uma carga de trabalho que deixaria o Criador sem tempo nem para uma espiadinha rápida no facebook da época, nos seis árduos dias de sua empreitada.
Entretanto, assumo que os argumentos anti-criacionistas são muito sedutores. Especialmente os que defendem o caos como balizador do Universo.

Pela lei das probabilidades, a chance de um pobre mortal acertar na Mega Sena fazendo um joguinho simples é de uma em cinquenta milhões. Se considerarmos a infinitude do Cosmos, chegamos a quatrilhões, quinquilhões de galáxias. Isso só por aqui, nos quarteirões celestes mais próximos.Vamos admitir que reunir em um só planeta todos os acasos …

ARREMESSO DE ANÃO

Foto: http://www.vice.com/pt_br/read/uma-introducao-ao-arremesso-de-anoes


Tudo bem que é humilhante, mas é bem pago. E por pagarem bem, fica mais fácil você aceitar e se acostumar com a coisa. É estranho, nos primeiros tempos, você permitir que qualquer marmanjo te pegue pelos fundilhos e te arremesse o mais longe que puder como uma bola de boliche (para quem não sabe, o objetivo do jogo é lançar o anão o mais distante possível da linha de arremesso, numa disputa que envolve dois ou mais participantes).
Além do desconforto, há sempre um certo grau de risco envolvido. Teve um dia que fui parar no pronto-socorro, por conta de um sujeito que, ao invés de me arremessar pra frente, me jogou pro alto. Depois de voar a uns cinco metros de altura, acabei caindo fora do colchão de amortecimento e fraturei duas vértebras. É doído, admito, e aterrissar de mau jeito faz parte do negócio. Porém, quanto à grana, não tenho do que reclamar.
Em algumas regiões surgiram variantes da prática, como o ar…