Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

EU SEI QUE VOU AMAR-TE

É verdade. Vinícius e Tom escorregaram na norma culta, mas o nosso pacote de turismo interplanetário se encarregará de consertar o erro de português. Ou a licença poética, como queiram. Durante toda a viagem, a bordo de estofadíssima espaçonave, os pombinhos recém-casados terão como ininterrupto fundo musical "Eu sei que vou amar-te", regravação da belíssima porém gramaticalmente equivocada "Eu sei que vou te amar".

A terráquea e miseravelmente comum lua de mel se transformará em inesquecível lua de Marte, podendo os nubentes optarem por uma esticadinha até uma das duas luas do planeta vizinho, Phobos e Deimos. Tanto em uma quanto na outra, encontrarão uma serenidade ainda maior do que em solo marciano, tão visado pela mídia dos humanos nos últimos tempos. Além do que não há sondas da NASA vasculhando as luas de lá, o que é uma garantia da mais de plena privacidade.

Vermelho é a cor da paixão, e o planeta escarlate não poderia ser melhor cenário para momentos de fogo…

APARIÇÃO

Quando dei por mim, de pé no meio da sala de jantar da fazenda, não saberia dizer de onde vim e nem por quanto tempo estive dormindo ou inconsciente. A dor nas costas e o andar vacilante eram indícios de anos amargados no leito, mas a minha impressão é que estava retornando de um rápido desmaio. 


Me chamou atenção acima da lareira um retrato meu, tirado há uns dez dias quando muito, e que mais parecia o meu bisavô Honorato, pelo amarelado da fotografia. A queda do cavalo estava fresca na lembrança, e minha ida ao photographo foi na terça anterior ao acidente. Por que tão gasta a imagem e carcomida a moldura?


Mais uns passos e na cozinha me deparo com uma caixa branca de formato retangular, aparentemente de metal e quase do meu tamanho. A maçaneta sugeria uma porta e a abri, sentindo um frescor delicioso que contrastava com o mormaço da fazenda, àquela hora da noite. Dentro, bebidas e alimentos de feitios estranhos, iluminados por uma luz que ficava no fundo da caixa fria.


Numa das parede…

TELEMARKETING PARA TELEBLOQUEIO DE TELEMARKETING

(Imagem: www.operadordetelemarketing.com)

- Boa noite. O Sr. Antonio, por gentileza.

- É telemarketing, né? Olha, não estou precisando de nada não.

- Nos impressiona o fato de o senhor ter conseguido nos identificar. Tomamos todo o cuidado para não falar no gerúndio...

- Com gerúndio ou sem gerúndio, essa jeito de fala decorada e esse timbre de locutor de aeroporto não me enganam.

- Por obséquio, senhor, só um instante da sua atenção. Tomamos a liberdade de contatá-lo para livrá-lo em definitivo desse inconveniente. Sabemos o quanto as centrais de vendas por telefone andam importunando sua vida, e...

- Se sabem, então porque também praticam esse tipo de sadismo?

- Podemos garantir, senhor, que esta será a última chamada de telemarketing que o senhor atenderá. Isso, claro, se o senhor optar pela adesão aos nossos serviços. Nossos computadores interceptam as tentativas de contato e não deixam o telefone do cliente tocar, para não atrapalhar o seu sono ou o que quer que esteja fazendo.

- Mas já …

AMORECOS

I
- Me dá um trago, vai.
- Ué, não é você que ontem mesmo disse que ia parar de fumar?
- Hum, olha quem fala. Você parou, por acaso?
- Mas também não prometi nada. Eu prometo coisas que posso cumprir. Esse céu lindo, por exemplo, esse veludo azul com respingos de prata...
- Nossa, baixou o Olavo Bilac?
- Então, esse céu aí que nem em Shangri-lá se vê assim. Eu sequestraria agora e decalcaria nos seus seios, se você mandasse eu estaria disposto.
- Então traz.
- Eu disse que estaria disposto. Futuro do pretérito. Agora não estou.
- Ah.

II
- Só eu mesmo, uma tonta, tão pouco voluntariosa, sem amor-próprio nem coisa melhor pra fazer em casa, tão minimamente exigente, pra vir torcer por você num inter-clubes de peteca às 4 da tarde de sábado.
- O amor é lindo, honey.
- É lindo e bobo, besta, mentecapto, retardado, autista, acéfalo. Tenha dó, até fazer xixi é mais emocionante que isso.
- E depois daqui? E sua quedinha por esportistas ofegantes? E esse meu fogo todo, aquecido pelo jogo? Que me diz?
- Sei, …