Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2018

MINISTÉRIO DA SOLIDARIEDADE

O governo da Inglaterra acaba de criar o Ministério da Solidão. Tido como epidemia oculta, o problema afeta mais de 9 milhões de britânicos, que trocariam o saldo bancário por um dedinho de prosa.

Mas se os ingleses são solitários, os brasileiros são por natureza solidários. Talvez aí resida a principal diferença entre os súditos da rainha, aparentemente tão tristes e cabisbaixos em sua nublada rotina, e nós, solares, extrovertidos e sempre sorrindo para a vida ou dando de ombro aos revezes. Um povo prestativo e solícito, pronto a ajudar por vocação, não por obrigação. 

O fato é que, da cinzenta ideia do Ministério da Solidão, surgiu ao Governo Federal a simpática iniciativa de instituir o Ministério da Solidariedade.

Como disse John Kennedy, com raro senso patriótico: "Não pergunte o que seu país pode fazer por você, e sim o que você pode fazer pelo seu país". Nosso Brasil não suporta mais tamanha carga tributária, que tanto onera o preço final dos produtos e o orçamento dos m…

QUEM VAI AVISAR A VERINHA?

- Verinha, a vó morreu. Tinha tido uma melhora ontem de madrugada, mas umas horas depois deu outra falência renal e dessa vez não resistiu. 
- O que é isso, trote? Com identificador de chamada, precisa muita coragem pra fazer isso, ainda mais num horário desse. Vou te pegar, deixa ver aqui no visor... 
- Alô, tá me ouvindo?
- Caramba, o pior é que não aparece número nenhum na tela do celular! Mas a voz é igualzinha à do Camilo... Teve infância não, maninho?
- Verinha, é sério. Vai cair a última ficha, e já tem gente bufando atrás de mim, esperando na fila pra usar o orelhão.
- Camilo, para de brincadeira mórbida, a vó morreu em 85 mas pode muito bem voltar pra te puxar a perna! Ou no caso a orelha, porque isso é coisa de moleque, né?
- Então, sua débil mental, a gente por acaso tá em que ano? Parece até que viajou pra 2020, sei lá. Bebeu, fumou maconha mofada, o que acontece??? Meu Deus, eu saio da aula do cursinho pra te avisar e você fica que nem uma retardada aí do outro lado!
- Ah, belez…

GRANDE MURALHA

Os chineses fazem qualquer negócio. Sabem comprar e sabem vender. Arrematam na bacia das almas, passam pra frente a peso de ouro. Têm a manha de copiar o que o mundo faz de melhor, aperfeiçoar e exportar para a Via Láctea inteira por uma décima parte do preço de mercado.  

Um dos desafios atuais do gigante vermelho é como fazer dinheiro do seu maior e mais valioso patrimônio - a Grande Muralha da China. Construída ao longo de vinte séculos, estende-se ao longo de inacreditáveis 21.196 km e tinha como finalidade original defender as divisas do país contra as invasões de outros povos, especialmente os mongóis. 

Com os mongóis deixando de ser ameaça, essa maravilha da humanidade passou a não ter utilidade alguma além de servir de cenário para fotos turísticas. A lenda arquitetada em torno dela, de que seria a única obra feita pelo homem visível da lua a olho nu, caiu por terra em 2004, quando um astronauta chinês afirmou que do espaço não se enxergava muralha nenhuma. Aliás, é de se supor …

COCA-COLA EM PESSOA

Pouca gente sabe, mas o grande Fernando Pessoa já fez free-lance para a Coca-Cola nos anos 20, quando da entrada da bebida no mercado português. 


- E então, senhor Fernando? Já temos o nosso slogan?
- Aqui está. “Coca-Cola. Primeiro, estranha-se. Depois, entranha-se”. Que me diz?
- Bem... eu entendi o jogo de palavras, muito engenhoso, diga-se. Mas...
- Mas?
- Eu não gostei da primeira parte da mensagem, a impressão que se tem é que o nosso produto causa uma reação negativa. Senhor Fernando Pessoa, se estivesse em meu lugar, precisando de resultados e vendas, sendo cobrado pela matriz e necessitando consolidar a Coca-Cola no mercado lusitano, iria aprovar uma barbaridade dessas?
- Ora pois, que há de errado com o reclame?
- Ao usar o termo "estranhar", o nobre escritor já levanta a lebre que a bebida pode parecer a princípio repulsiva.
- Mas só a princípio. A segunda parte do slogan já rebate essa estranheza.
- Eu entendi o seu raciocínio. Na sequência, temos o "depois entranha-…